28.8.07

16/08/2007. Madrugada.

"Tão bonito que baixou os olhos"
Caio Fernando Abreu.


Desviou o olhar. Três ou quatro notas.
Melodia fácil, a noite... A lua desce e vai, e a gente continua.

Três ou quatro goles.

Desviou o olhar.
Três ou quatro noites. Dentro e fora, até o fim.

Chega o momento. Atônito ápice. Amanhece o fim da noite...
Sonho ou sono...
Notas da noite.

Um comentário:

Cristiano disse...

Leva o que há de ti, que a saudade é o pior tormento...